A cirurgia capilar é geralmente uma das ultimas opções para os homens que estão tentando encontrar soluções efetivas para a sua queda de cabelo. Isso ocorre pois existem outros tratamentos mais apropriados dependendo do nível da queda. Shampoos e produtos que ocultam a queda às vezes são melhores para os homens quando a sua calvície está apenas começando. O uso destes produtos tem sido um tanto efetivo para este tipo de queda de cabelo. Medicamentos como a finasterida e o minoxidil entram em cena uma vez que a progressão se torna mais perceptível.

Quando se trata de transplantes capilares, não há nenhuma discussão quanto à efetividade do método popular de transplante de unidade folicular (TUF) e do método de extração de unidade folicular (EUF). Estes dois procedimentos tem sido capazes de atender a pacientes com uma progressão moderada ou até mesmo avançada quanto a sua queda de cabelo. Ele contudo envolve um certo nível de desconforto depois da cirurgia e um período de recuperação quanto a cada um dos métodos.

O que um transplante capilar pode fazer por você

Um transplante capilar de alta qualidade não tem nem comparação quanto a implantes primitivos de cabelo artificial.

Entretanto, quando eles são bem sucedidos, estes métodos fornecem aos pacientes uma cabeça cheia de cabelos naturais crescendo como os cabelos normais crescem. Dependendo da área de doação da qual eles foram coletados, os fios de cabelo transplantados devem agir como os fios de cabelo normais, com a exceção de algumas variações quanto ao comprimento. Eles só serão apreciados, contudo, depois da queda de cabelo inicial que ocorre um mês após o tratamento, em ambos os métodos. Apenas os fios de cabelo serão perdidos nesta fase, e não os folículos capilares. Os cabelos crescerão novamente depois de cerca de três meses. O couro cabeludo irá então, ser capaz de exibir uma cabeça cheia de fios depois de seis meses, e assim por diante, desde que uma clínica de qualidade como a Vinci seja escolhida para realizar este procedimento. Muitas pessoas se referem a implantes de cabelo como se eles fossem o mesmo que cabelos transplantados, mas na realidade eles não são.

Implantes de cabelo usam fibras capilares criadas artificialmente, enquanto que transplantes capilares coletam fios reais do próprio paciente. Algumas pessoas também confundem implantes de cabelo com sistemas capilares, que são coisas completamente diferentes.

Talvez a característica que mais o distingue de um procedimento de implante de cabelo seja os resultados imediatos. Não há nenhuma queda de cabelo significante que será enfrentada durante o período de recuperação, contudo, ele ainda exigirá pequenas sessões de reimplante para que se mantenha o visual desejado. O paciente pode imediatamente realizar atividades físicas logo após as operações também. Não há a necessidade de se preocupar com nenhum trauma que possa resultar dos fios transplantados, devido a sua natureza artificial, e nenhuma cicatrização é necessária. Infelizmente, implantes artificiais podem causar infecções severas no couro cabeludo conforme o corpo tenta rejeitá-los, e o uso de tais procedimentos é contra a lei em muitos países ao redor do mundo devido aos riscos quanto à segurança.

Contudo o cabelo transplantado é algo completamente diferente, já que o cabelo não é apenas real, mas da própria pessoa, então não é rejeitado pelo corpo. O risco de infecção a longo prazo é ínfimo, e os resultados não tem nem comparação quanto a implantes primitivos de cabelo.

Se qualquer clínica oferecer a você um implante de cabelo, devido à confusão quanto à terminologia usada, tenha certeza de que eles estão oferecendo um método de transplante capilar como a EUF ou o TUF, que não usam nada além de seu próprio cabelo de verdade.

Os implantes de cabelo para homens realmente funcionam?