A queda de cabelo pode ser efectivamente tratada com o uso de diferentes produtos e serviços disponíveis hoje em dia. É importante, entretanto, primeiramente identificar o tipo de alopecia com que lidamos antes que qualquer medicamento ou assistência sejam oferecidos. A prudência é a base da necessidade do auxilio profissional quando se trata de diagnosticar o tipo de calvície que uma pessoa possui. Muitas pessoas confiam em propagandas e pesquisas online para obter informações sobre queda de cabelo.  Enquanto que isso pode fornecer muitas fontes sobre o assunto, nada pode tirar o lugar de um profissional real guiando uma pessoa quanto as suas preocupações com a queda de cabelo. Eles podem imediatamente avaliar a alopecia e recomendar o que pode ser usado de melhor para reduzir ou ocultar sua progressão.

Transplante Capilar

 

A calvície de padrão masculino é o tipo mais comum de queda de cabelo que os homens possuem. Ela pode resultar na calvície do topo inteiro do couro cabeludo. Isso não acontece de uma vez só, mas sim leva anos antes de alcançar seu resultado final. Começa com entradas, geralmente nas áreas temporais e frontais. E progredirá até a região do vértice do couro cabeludo até que todas se juntem deixando apenas a parte de baixo da cabeça com cabelo. O que pode potencialmente permanecer nos últimos estágios da alopecia androgênica é chamada de área de doação.

É neste momento que a necessidade da orientação de um expert entra. A calvície de padrão masculino pode ser tratada com uma cirurgia de transplante capilar, mas não pode fazer isso de forma bem sucedida uma vez que ela atinge o ponto no qual há menos folículos capilares saudáveis que áreas calvas. A principal limitação é encontrada na própria técnica. Ela pode apenas repor folículos capilares, não pode criar novos. Isso exige um profissional capacitado para fornecer uma boa estimativa de onde eles podem ser extraídos e ainda serem capazes de fornecer uma cobertura adequada para as áreas com queda de cabelo. Ele deve também ter em mente a cicatriz resultante e onde ela estará localizada para que ela fique escondida pelo cabelo já existente do paciente.

É fácil ocultar cicatrizes de transplante capilar com cabelos longos. Este, contudo, não é sempre o caso. A alopecia androgênica pode, às vezes, ir além da área de doação fazendo com que mais cabelo seja perdido e a cicatriz seja revelada. O cliente pode também querer optar por mudar seu estilo capilar e usá-lo curto. Ele não poderia fazer isso devido à óbvia cicatriz de seu transplante capilar prévio. O uso de produtos como corretivos pode ajudar a fornecer um ocultamento temporário. Isso pode, contudo, se mostrar muito inconveniente devido à localização da cicatriz na parte de traz da cabeça. O paciente pode precisar usar ângulos diferentes apenas para ter certeza de que ela está completamente coberta. Isto pode requerer um certo esforço com resultados potencialmente diferentes a cada vez que é aplicado.

Ocultar as cicatrizes de um transplante capilar com a ajuda de micropigmentação capilar fornece uma alternativa melhor.

Ela pode as esconder permanentemente sem a necessidade de constantes reaplicações. Aplicar pigmentos bem posicionados sobre o local do trauma não é o suficiente. Também é necessário fazer o mesmo sobre as áreas ao redor para criar uma transição mais suave com os folículos capilares já existentes.

Este método dá a impressão de cabelos reais mesmo quando olhados de perto. É importante, contudo, que a cicatriz esteja plana quando tratada.

Uma cicatriz alta é tão óbvia quanto uma que não possui micropigmentação capilar. Na verdade pode ficar ainda mais visível com o tratamento. A tecnologia a laser Fraxel pode ser usada para reduzir o tecido da cicatriz, caso seja necessário, antes da micropigmentação capilar.