A história por trás do transplante capilar de Jason Gardiner A calvície de padrão masculino afeta cerca de cinquenta por cento dos homens quando eles completam seus cinquenta anos. Seus primeiros sinais, contudo, geralmente começam a aparecer quando eles completam vinte e tantos anos indo até os trinta anos, contudo ela pode começar muito antes. As primeiras a serem afetadas são as regiões temporais, e elas serão seguidas prontamente pela diminuição dos fios na linha capilar frontal e na central. Haverá a exibição de calvície na região do vértice logo em seguida. Estas áreas irão gradualmente perder cabelo e culminarão no topo do couro cabeludo ficando totalmente descoberto. O cabelo será apenas mantido nas partes mais baixas e na parte de trás da cabeça.

O tratamento para a calvície de padrão masculino é possível através do procedimento de transplante capilar. Entre os mais populares está o método de extração de unidade folicular (EUF). Ele coleta unidades de folículo capilar saudáveis da área de doação e as implanta nas áreas calvas do couro cabeludo. Isso é também conhecido como método de “extração direta” devido ao seu processo. A recuperação levaria cerca de uma semana, contudo espere a queda de cabelo depois de cerca de um ou dois meses após o transplante capilar. Seriam mais os fios de cabelo dos folículos capilares transplantados. Eles começariam a crescer novamente depois de algumas semanas e seriam capazes de produzir um cabelo mais espesso e longo depois de quatro a nove meses.

O Jason Gardiner é uma das pessoas que passou por este processo. Ele é mais popularmente conhecido por sua posição como juiz no show televisivo de sucesso, Dancing On Ice. Por ser um artista desde que tinha seus vinte anos, Jason não é nenhum estranho aos holofotes. Ele sempre esteve envolvido com as artes performáticas, seja como um apresentador ou um juiz observador. Gardiner sempre teve uma imagem a manter, algo que é necessário em sua profissão. O surgimento precoce e agressivo de sua alopecia androgênica quando ele tinha cerca de 25 anos o forçou a ocultá-la exibindo um visual com a cabeça raspada, que foi um estilo que o marcou e pelo qual ele se tornou conhecido.

Gardner decidiu em 2010 que ele queria fazer uma mudança. Ele pesquisou sobre os possíveis tratamentos que poderiam tratar de forma apropriada sua condição, e descobriu que fazer um transplante capilar funcionaria melhor pra ele. O Jason pode receber um aconselhamento apropriado no Reino Unido, mas teve seu procedimento realizado em Los Angeles. O tratamento que ele escolheu especificamente foi o método de extração de unidade folicular (EUF). Sua EUF alegadamente custou cento e cinco mil reais, pois o estabelecimento todo foi fechado ao publico por todo o período em que ele realizava o procedimento. O mesmo procedimento poderia ter sido realizado no Reino Unido, contudo com o valor de quarenta e três mil reais.

Levou cerca de nove meses para que o cabelo de Jason pudesse crescer novamente. Ele esperou pacientemente, buscando a oportunidade certa para revelá-lo ao público. Durante este tempo, ele sempre aparecia em publico com um chapéu para cobrir seu cabelo, que crescia vagarosamente. Rumores e especulações começaram a surgir sobre o porquê dele sempre estar de chapéu. Gardiner pode eventualmente e orgulhosamente apresentar seu transplante capilar bem sucedido durante um dos episódios de Dancing On Ice.  Foi um momento maravilhoso, que surpreendeu não apenas o público que o presenciou, mas seus colegas juízes também.

O transplante capilar amplamente público de Jason Gardiner é uma história muito inspiradora para outros homens com a mesma condição. Antes de realizar o tratamento, a calvície de padrão masculino em seu couro cabeludo já havia levado muito do cabelo do topo de sua cabeça. Ele possuía cabelos apenas nos lados mais altos e na parte de trás de sua cabeça, assim como alguns fios finos deixados nas regiões frontais e do vértice. Seu caso foi capaz de mostrar que a calvície, mesmo em um grau como o dele, ainda pode ser tratada.